Não sei conviver com a dor, não alimento tristezas, nem dou as lágrimas valor maior do que merecem. Foi desse jeito que aprendi a não deixar esse sentimento fazer casa em mim. Se não deu certo, paciência. Se perdi,...
Não. Eu não ando sumido, não. Continuo por aqui. Morando no mesmo lugar, trabalhando nos mesmos empregos, saindo e voltando para casa nos horários de sempre, pelos mesmos caminhos de antes. Sigo comprando as mesmas coisinhas no mesmo supermercado....
Te avexe, não. Agorinha mesmo, enquanto tu dás de comer a teu espírito operário, um canalha qualquer está maldizendo tua vida em tuas costas. Não há o que fazer. Ele vai continuar sua marcha mesquinha para trás, para baixo....
É chegada a hora de pertencermos à vida de dentro pra fora. O pertencer integra, amarra, transparece, reflete, faz tudo parecer um só.  Do dicionário: ser propriedade de alguém, fazer parte de, ser merecido, caber. O verbo "pertencer" aqui...
De vez em quando acontece. Do nada, de manhã bem cedo, à tardinha, no fundo da noite. A qualquer tempo. Começa sem aviso, como lembrança boa, e termina num desejo louco de sair por aí retribuindo sabe-se lá o...
Festejado várias vezes com alguns dos prêmios mais importantes do mundo literário e das artes, ele acaba de ter seu “Caderno de um ausente” entre os três romances premiados no Jabuti deste ano. “Com este livro, reaprendi a pedir...
Nesta entrevista exclusiva para o TRELAS, Zéu fala de suas histórias nascidas na infância em Jequié, interior da Bahia, de seu processo criativo, da necessária opção pelo humor no dia a dia, de seu trabalho na TV, das mulheres...
Há 35 anos, na noite do dia 8 de dezembro de 1980, em frente ao edifício Dakota, em Nova Iorque, um dos maiores cretinos da história descarregava um revólver em John Lennon. Alvejado pelas costas, um dos sujeitos mais...
Não, você não precisa concordar com tudo o tempo todo só para não se indispor com seja lá quem for. Também não precisa gostar do que todo mundo gosta só para não estar só. Nada disso. Entre outras coisas,...
Sabe, eu ando sentindo amor de novo. É fogo. Mas eu dei de ter ternuras, frio na barriga, fazer planos, decorar letra de música, sonhar grandezas. Eu ando sentindo amor de novo! Assim, sem mais, pulo da cama querendo construir...